Alva Audio /19 ⍟

Alva Audio /19 ⍟

TitleNomeAudio
Fale com Alva{Desculpe, exilado. Estou ocupada.}{Desculpe, exilada. Estou ocupada.}

IntroduçãoGraças aos deuses! Dá pra ver que você não é nenhum santo. Mas quem sou eu para questionar a forma tomada pela providência divina? Eu sou a grande Alva Valai, a extraordinária Relicária! Uma pesquisadora de mistérios, exploradora do desconhecido, amante de todas as coisas que brilham e.... preciso da sua ajuda. O Templo Perdido de Atzoatl: salões repletos de coisas finas, caixas esburrando riquezas brilhantes e relíquias cheias de poderes intransponíveis! Por eras perdido à história... até agora.

O Templo de AtzoatlAcredito que o segredo de sua localização esteja aqui na Cidade Vaal que, até bem recentemente, estava submersa e completamente inacessível. É uma história contada por mendigos - algum tipo de demônio cobriu a terra com escuridão, mas um herói a baniu e ergueu a cidade do leito do rio! Então alguns bandidos entraram lá, roubaram artefatos de valor inestimável e bloquearam a única entrada até que um herói ainda mais poderoso acabou com eles. Se eles estivessem por aqui eu os pediria para me ajudar a chegar até essa riqueza incomensurável, mas... creio que você vai ter que servir.

Passado de AlvaQuando eu era mais jovem, meu pai despertou em mim a sede por aventura pela primeira vez ao me alistar na marinha de Dominus. Eu costumava adorar o mar. Seu cheiro. A pureza do ar...mas...algumas...coisas aconteceram e eu retornei a Theopolis com a intenção de viver a vida de uma dama. Há, não era pra ser, obviamente.

Minha paixão por empolgação me trouxe aos Reliquiários - uma sociedade secreta de caçadores de tesouros, fundada pelos altos escalões da sociedade. Meu pai mexeu alguns pauzinhos e antes que eu soubesse, estava entre eles, invadindo templos e tumbas pelo mundo todo. Mas - bem, você é um exilado, você sabe como os Templários são. Indignos de confiança é uma forma de descrevê-los. Quando eu cruzei com o manual da taumaturgia sanguínea Vaal, eu sabia que não poderia deixar aquilo cair nas mãos deles. E nunca deixei.

Apesar daquele maldito Alto Templário saber que eu estava mantendo algo em segredo, e sendo assim, já que eu não era mais bem vinda entre a nobreza, aqui estou. Por sorte existe uma fortuna à ser feita aqui e alguns poucos dos meus antigos clientes ainda permanecem leais a mim quando se trata de gastar o conteúdo de seus bolsos.

AtzoatlO Templo perdido de Atzoatl é dito ser o mais famoso em toda a história e mito Vaal! O melhor que posso dizer é que o Templo começou a ser construído nos anos finais do Império Vaal. A data exata do seu término é difícil decidir já que ocorreu um pouco antes dos eventos que trouxeram a extinção daquela civilização.

Talvez tenha sido a fragilidade daquela linha temporal que fez com que Atzoatl se tornasse um exemplo da mitologia Vaal. Alguns dizem que ele foi colocado na escuridão, lar do mais malígno dos sacrifícios. Mas existem outros que dizem que o templo foi o local de nascimento da tecnologia - até mesmo a nossa tecnologia não se compara com o que estava sendo criado entre aquelas paredes.

Estudiosos de hoje até mesmo sugerem que ele foi o lar do tesouro da Rainha Atziri em si. Qualquer que seja a verdade, com certeza foi fortemente protegida pelos fanáticos e realeza. E se algo vale a pena ser protegido, então, vale a pena ser tomado!

OriathBem, a maioria do meu mercado não existe mais... mas eu sou do tipo adaptável, e existem vários piratas, ladrões, tiranos e loucos que pagaríam um bom dinheiro pelos meus achados.

Eu só tenho que bater um pouco mais de perna para encontrá-los!

Loop TemporalNós encontramos o templo, mas nosso trabalho ainda não acabou. A corrupção Vaal atravessou o tempo e espaço, e temos muito a ganhar se cavarmos ainda mais fundo.

Nós poderíamos aprender muito ao experienciar mais ciclos temporais e ver cada resultado possível!
Voltamos onde começamos, mas isso também significa que nós temos uma oportunidade fresquinha de forjar Atzoatl exatamente como quisermos - e tomar suas recompensas.


RefúgioVocê encontrou um Refúgio! Pode ser que seja um bom lugar para se esconder após acharmos o templo nos dias atuais. Me avise se tiver espaço para mim.

Convidar ao RefúgioÓtimo! Te vejo lá.


IntroduçãoGraças aos deuses! Você não é nenhum santo, posso ver isso. Mas quem sou eu para questionar as formas de providência divina que aparecem?

Eu sou a grande Alva Valai! Extraordinária caçadora de relíquias, pesquisadora de mistérios, exploradora do desconhecido, amante de todas as coisas que brilham - e eu preciso da sua ajuda.

O templo perdido de Atzoatl; Salões abarrotados com riquezas, caixas estufadas com tesouros e relíquias cintilantes tocadas pelo intransponível poder! Perdida por eras para a história... até agora.

EinharEinhar se encaixaria no império de Atziri muito bem. Aquele homem não é nenhum ignorante a respeito de rituais sacrificiais, porém por sorte ele limita seu derramamento de sangue às bestas. Ele não parece ter muito interesse em riqueza, o que é ótimo para mim. Enquanto Einhar ficar em seu quadrado, nos daremos muito bem.

NikoNiko é meio… estranho… sim, mas se você conseguir aguentar suas peculiaridades, ele não será completamente inútil. A mina que ele guarda de forma tão apaixonada está simplesmente cheia até as tampas de bens brilhosos. Eu venho tentado ficar bem próxima dele pra que quando ele encontrar um tesouro gigantesco, eu esteja bem do lado.

ZanaNunca encontrei ninguém que protejesse tanto suas criações quanto Zana. Até parece que aquele astrolábio dela pode nos enviar de volta ao passado… ou pode? O que aquele troço faz mesmo? Já vi os lugares pros quais ele a leva. Alguns deles são realmente assustadores! Eles fazem os Vaal parecerem gatinhos indefesos. Mas não a Zana... ela é uma leoa na pele de uma gata.

JunEstou tentando me deixar do lado bom da Jun. Ela não é agressiva nem nada - ao menos não comigo - mas já a vi polir suas adagas, olhando para o nada. Aquele é um olhar que eu reconheço dos dias que passei ao lado de alguns caçadores de tesouro com uma reputação não muito boa. O olhar de um matador. Ela quer o sangue de alguém.

HelenaMas que mulher amável ela é. Já fizemos algumas coisas juntas em Oriath, mas não acho que ela se lembre… é provavelmente melhor assim, já que eu estava vendendo algumas heranças forjadas e ela é perita em encontrar falsificações. Agora que estou gerenciando uma operação superior - mais ou menos - mal posso esperar para conhecê-la melhor.

NavaliNão falei com Navali sobre isso ainda, mas fico imaginando o quanto nossas aventuras no passado afetam suas visões do futuro. Eu também me pergunto o porque dela não estar usando aquele seu poderzinho para nos deixar incrivelmente ricos. Imagine todas as partidas da Grande Arena que poderíamos apostar! Eu prefiro assistir uns estripamentos do que causar os estripamentos eu mesma, se ela não se importar. Acho que, quando você realmente para pra pensar, todo aquele sangue Vaal derramado está na consciência dela!

Ordem dos DjinnEntão o povo da Jun passou pela história guardando artefatos poderosos, é? Por acaso você sabe se algum desses artefatos foi guardado no Templo de Atzoatl em algum momento… não? Tudo bem. Foi só uma ideia.

O Templo de AtzoatlAcredito que o segredo de sua localização esteja na Cidade Vaal que, até bem recentemente, estava submersa e completamente inacessível. Mas com tudo que está acontecendo, a cidade se ergueu das profundezas e… bem, ainda está completamente inacessível. Parece que a única forma de ao menos chegar perto é cruzando o rio, e a única passagem está cheia de bandidos. Tenho um plano que pode nos tornar incrivelmente ricos, mas... talvez um outro dia...

O Templo de AtzoatlAcredito que o segredo de sua localização esteja na Cidade Vaal que, até bem recentemente, estava submersa e completamente inacessível. É uma história contada por mendigos - algum tipo de demônio cobriu a terra com escuridão, mas um herói a baniu e ergueu a cidade do leito do rio! Então alguns bandidos entraram lá, roubaram artefatos de valor inestimável e bloquearam a única entrada até que um herói ainda mais poderoso acabou com eles. Se eles estivessem por aqui eu os pediria para me ajudar a chegar até essa riqueza incomensurável, mas... creio que você vai ter que servir.