Einhar Audio /23 ⍟

TitleNomeAudio
Introdução{Essa olhada de rabo de olho… Tô reconhecendo. Um Sobrevivente, igualzinho Einhar.

É assim que me chamo, exilado. Einhar. Na língua da minha terra isso significa 'lutador solitário'. E foi assim que Einhar viveu por muitos anos.

Mas é perigoso lutar sozinho agora. Perigoso por demais, até mesmo pro poderoso Einhar. A gente tá no fim dos tempos desse mundo, exilado. Disso eu tô certo. Nossa raça, sobreviventes, precisa se unir, preparar pro fim dos dias, e atrapalhar sua chegada o máximo possível.

Pra isso vamo precisar de suprimentos. Armas. Abrigo. Comida. É aí que tu entra.}{Essa olhada de rabo de olho… Tô reconhecendo. Uma Sobrevivente, igualzinho Einhar.

É assim que me chamo, exilada. Einhar. Na língua da minha terra isso significa 'lutador solitário'. E foi assim que Einhar viveu por muitos anos.

Mas é perigoso lutar sozinho agora. Perigoso por demais, até mesmo pro poderoso Einhar. A gente tá no fim dos tempos desse mundo, exilada. Disso eu tô certo. Nossa raça, sobreviventes, precisa se unir, preparar pro fim dos dias, e atrapalhar a chegada chegada dele o máximo possível.

Pra isso vamo precisar de suprimentos. Armas. Abrigo. Comida. É aí que tu entra.}

EinharVocê quer saber sobre o passado de Einhar? Isso é problema de Einhar. Ninguém mais.

Os PrimeirosEles foram os primeiros sobreviventes. Os Primeiros Seres mostraram às pessoas que para ganhar, você precisa sobreviver. Eles nos deixaram esse mundo a muito tempo atrás para procurar por sobreviventes, mas eles retornarão. E quando voltarem, eu me juntarei a eles no Grande Bosque. E você se juntará a Einhar, né? Sim.

TrocandoNem todas as bestas nasceram iguais, exilado. Os Primeiros Seres olham para algumas capturas e sacrifícios com mais afeição do que outros. Você pode pode até não ter nenhuma besta digna de sacrifício!

Não se preocupe. Einhar imbuiu alguns orbes com magias de sangue poderosas. Você pode usar esses Orbes do Bestiário em qualquer besta no Viveiro e a besta se juntará ao Orbe. Então você pode fazer o que quiser com ele. Talvez dá-lo a um lindo e vistoso homem como Einhar? Não dá pra saber, mas eu sou bem bonito debaixo dessa máscara.

Uma vez que o Orbe possua uma besta, você pode usar ele novamente para libertar a criatura no Viveiro. Mas cuidado, fazer isso vai quebrar o orbe.

O ViveiroVocê vai se surpreender ao saber que eu não sou muito popular. Os outros são ignorantes. Eles não veem o fim chegando.
Eles não são sobreviventes como eu... Ou você.

Antes de nos conhecermos, eu deixava as bestas no acampamento. Elas se afeiçoaram ao grão, então à carne. Eles não se preocupavam tanto quanto Einhar em onde tratavam de seus negócios. Eu aprendi que Rhoas não fazem digestão muito bem de carne de Rhoa.

Então eu movi eles para uma nova localidade. O Viveiro. Bem longe. É um lugar secreto. É onde nós vamos fazer os rituais para os Primeiros Seres. eu construí um Altar Sangrento com esse propósito.

Quer ver? Fala pra Einhar. Você será levado até lá.

NikoOhhhhh…Niko… Eu amo o Niko! Einhar cava o bucho das bestas procurando sinais dos Primeiros Seres, e Niko cava o chão por aí com sua grande picareta de metal! E ele fala com os Primeiros Seres igualzinho eu. Ou… acho que ele fala. Ele fala com alguém! E que voz! Mas ele é muito magrinho. Num sei se vai ser um sobrevivente não.

AlvaEu amo a Alva! Ela estuda a taumaturgia sanguínea, igualzinho o Einhar. E ela tá colecionando coisas, igualzinho Einhar. A diferença é que eu coleciono coisas pra gente sobreviver o fim do mundo, e a Alva coleciona as coisas das pessoas que já não sobreviveram o fim do munto! É como se a gente fosse duas cabeças no mesmo cão, mas a cabeça dela tá no lugar da bunda!

JunEla é tão misteriosa, exilado. E eu adoro misterios! Ela me disse que todos os amigos dela desapareceram, o que também aconteceu com Einhar! Ela acha que morreu todo mundo, mas eu não acho que meus amigos morreram. Eles desapareceram depois de eu abrir a cabeça de um veado enquanto a gente comia e arranquei seus miolo pra fora. A gente nem tava comendo carne de veado! Eu nem me lembro onde achei o veado! Aquele foi um aniversário maravilhoso.

ZanaEinhar ama a Zana! O cabelo dela me lembra as entranhas de um Devorador, tudo vermelho e cheio de fibra. Ela fala muita coisa que eu não entendo, e marca uns lugares pra onde eu nunca fui, e eu já fui pra tudo que é lugar! Tão misteriosa! Einhar ama mistério e lugares. Faz tempo que ela não vê o painho dela, então eu tô tentando ser um pai pra ela. Tento dar carne tão vermelha quanto o cabelo dela pra ela. "Isso vai manter ele vermelho e fibroso!" Eu digo, e ela me diz pra fechar os olhos enquanto ela come. Ele tá tão vermelho e fibroso, deve tá funcionando!

HelenaA garota da guarda negra? Einhar odeia os guardas negros… mas eu aaaaaaaaamo a Helena! Ela é muito boa pra achar lugares pra se esconder. Eu tento achar ela e aí me escondo pra ver se ela me acha! E ela nunca acha! Eu sempre ganho! …Agora que tô pensando, acho que ela não sabe que tem que ir me procurar. Acho que vou falar pra ela ir me procurar antes de me esconder da próxima vez.

NavaliAh sim, a adivinha. Bem… Eu amo ela. Ela faz Einhar lembrar do grande e penoso Saqawal. Gosto de me esconder atrás dela, como se ela fosse Saqawal e eu fosse Einhar, e eu tento atacar como Einhar atacaria. Toda vez ela sai da frente e eu caio de beiço no chão igual o boboca do Einhar! Mesmo quando eu sou tão silencioso quanto um gato morto! Como ela faz isso?

Saqawal, Primeiro dos Céus{No inverno frio, Einhar acampou numa montanha. Eu tenho vários pêlos para me manter aquecido no frio... E eu não trouxe eles. Mas eu tinha óleo de Rhoa. Enquanto bebia um óleo quente, Einhar teve uma visão. Um lagarto, cheio de pena e carmesim, olhando das sombras nas sombras.

Um avatar dos Primeiros Seres. Um teste. Saqawal, Primeira dos Céus. No meu copo, o óleo girou. Outra visão, no sangue dos pássaros e répteis. Foi sorte que eu tinha tanto pra beber naquela noite, ou então esse segredo continuaria em segredo.

Encontre vários pássaros e répteis, Exilado. O caminho para a Primeira dos Céus está no sangue deles.}{No inverno frio, Einhar acampou numa montanha. Eu tenho vários pêlos para me manter aquecido no frio... E eu não trouxe eles. Mas eu tinha óleo de Rhoa. Enquanto bebia um óleo quente, Einhar teve uma visão. Um lagarto, cheio de pena e carmesim, olhando das sombras nas sombras.

Um avatar dos Primeiros Seres. Um teste. Saqawal, Primeira dos Céus. No meu copo, o óleo girou. Outra visão, no sangue dos pássaros e répteis. Foi sorte que eu tinha tanto pra beber naquela noite, ou então esse segredo continuaria em segredo.

Encontre vários pássaros e répteis, Exilada. O caminho para a Primeira dos Céus está no sangue deles.}

Farrul, Primeira das PlaníciesUns anos atrás, Einhar tava andando pelos campos perto de Sarn procurando um Sobrevivente digno. Não encontrei nenhum. Então eu não encontrei água. Então não encontrei abrigo. Esse foi um momento de aprendizagem pra Einhar.

Embaixo do sol quente, Einhar viu um redemuinho vermelho e branco. Um flash de dente. Farrul, o Primeiro das Planícies, um Avatar dos Primeiros Seres. Eu persegui, e com a queda da noite, eu também caí...bem no fosso de cães infernais. Eu bebi minha quantia de sangue naquela noite. Foi assim que aprendi que num gosto de sangue de cão.

Foi também como aprendi que o segredo de Farrul está no sangue dos cães, gatos, e outros de sangue quente. Vá e encontre vários, e nós encontraremos Farrul.

Craiceann, Primeiro das ProfundezasEinhar tem vários talentos. Você verá. Eu velejei até Wraeclast sozinho, um feito arriscado e corajoso. Tá impressionado, né?

Meu barco era pequeno e não estava preparado para a jornada. Então ele agarrou no chão...mas não tinha chão. Muito confuso. Água ao redor, mas o barco não se movia. Minha comida apodreceu rápido. Sou muito bom com pesca. Tenho que te mostrar qualquer dia... talvez. Peguei muitos peixes. E caranguejos. E lulas. Eu como muito bem, mas tinha pouca água. Eu bebi cachaça. Joguei os restos no mar.

Então...o barco mexeu. Se levantou. Olhei pra ver. Um caranguejo, gigante e vermelho, estava numa rocha solitária, coberto pelos meus restos. Era Craiceann, um Avatar dos Primeiros Seres.

Einhar sabe o segredo de Craiceann. Ele fica nas barrigas das criaturas do mar. Encontre elas, e nós veremos Craiceann novamente.

Fenumus, Primeira da NoiteEinhar é um explorador corajoso. O segredo pra minha coragem? Eu não penso. Um dia eu não pensei enquanto entrava em uma caverna. Foi muito corajoso. Mas então eu me perdi. Tava escuro. Não pensei, então não pensei em trazer tocha.

Andei na escuridão total apenas apalpando até... uma luz. Então duas. Então várias! Tantas luzes! Me aproximei. As luzes ficaram mais brilhantes e brilhantes. Então....escorreguei. Caí muito longe. Einhar tinha certeza que morreu. Mas então me pegaram...em uma teia. As luzes se moviam e giravam. Insetos. E na frente deles tinha uma sombra de uma aranha. Fenumus...Um Avatar dos Primeiros Seres.

A teia dela era forte, mas a lâmina de Einhar era mais ainda. Me libertei. Caí no rio abaixo. Fui lavado para a costa. Aventura divertida.

O caminho até Fenumus tá no sangue dos insetos. Einhar está feliz. Aranhas. Insetos. Rainhas da carniça. Pegue eles e Fenumus seguirá.

Máscara de Einhar{Sim, essa é a máscara de Einhar. Bom trabalho, exilado!}{Sim, essa é a máscara de Einhar. Bom trabalho, exilada!}

Começar Caçada{Essa terra tá morrendo. Mas até a carcaça fedida de um jegue morto tem sua utilidade, né?

Então fica assim. Vamo criar um monte de carcaça fedida e usar elas pra produzir as ferramentas que vamo precisar pra sobreviver.

Mas só as carcaças fedidas de primeira qualidade vão servir. Einhar não é chato, mas num dá pra falar o mesmo dos Primeiros Seres. Tem umas bestas aqui por perto, exilado. Bestas especiais. Vamo encontrar elas. Lutar com elas. Eu vou prender elas. Você vai se aproveitar dos frutos do meu trabalho. Vamo ser melhores amigos!

Agora, bora caçar. Juntos!}{Essa terra tá morrendo. Mas até a carcaça fedida de um jegue morto tem sua utilidade, né?

Então fica assim. Vamo criar um monte de carcaça fedida e usar elas pra produzir as ferramentas que vamo precisar pra sobreviver.

Mas só as carcaças fedidas de primeira qualidade vão servir. Einhar não é chato, mas num dá pra falar o mesmo dos Primeiros Seres. Tem umas bestas aqui por perto, exilada. Bestas especiais. Vamo encontrar elas. Lutar com elas. Eu vou prender elas. Você vai se aproveitar dos frutos do meu trabalho. Vamo ser melhores amigos!

Agora, bora caçar. Juntinhos!}

Introdução{Essa olhada de rabo de olho… Tô reconhecendo. Um Sobrevivente, igualzinho Einhar.

É assim que me chamo, exilado. Einhar. Na língua da minha terra isso significa 'lutador solitário'. E foi assim que Einhar viveu por muitos anos.

Mas é perigoso lutar sozinho agora. Perigoso por demais, até mesmo pro poderoso Einhar. A gente tá no fim dos tempos desse mundo, exilado. Disso eu tô certo. Nossa raça, sobreviventes, precisa se unir, preparar pro fim dos dias, e atrapalhar sua chegada o máximo possível.

Pra isso vamo precisar de suprimentos. Armas. Abrigo. Comida. É aí que tu entra.

Os outros daqui não me entendem do jeito que tu entende. Me encontra lá nos Caminhos Fluviais e Einhar vai explicar o que tu precisa fazer.}{Essa olhada de rabo de olho… Tô reconhecendo. Uma Sobrevivente, igualzinho Einhar.

É assim que me chamo, exilada. Einhar. Na língua da minha terra isso significa 'lutador solitário'. E foi assim que Einhar viveu por muitos anos.

Mas é perigoso lutar sozinho agora. Perigoso por demais, até mesmo pro poderoso Einhar. A gente tá no fim dos tempos desse mundo, exilada. Disso eu tô certo. Nossa raça, sobreviventes, precisa se unir, preparar pro fim dos dias, e atrapalhar a chegada chegada dele o máximo possível.

Pra isso vamo precisar de suprimentos. Armas. Abrigo. Comida. É aí que tu entra.

Os outros daqui não me entendem do jeito que tu entende. Me encontra lá nos Caminhos Fluviais e Einhar vai explicar o que tu precisa fazer.}

Convidar ao Refúgio{Exilado! Você é um presságio muito bem vindo.}{Exilada! Você é um presságio muito bem vindo.}

O ViveiroBem vindo ao viveiro do Einhar, exilado. É aqui que eu guardo as bestas que a gente captura. Não se avexe com o bem estar delas não - não acho que elas se avexariam com o seu!! Haha! Brincadeirinha.

Mas sério, exilado, Einhar cuida muito bem das bestas que a gente captura. Eu dô comida, banho e leio os poemas que escrevo pra elas. E aí, quando tu tá pronto, a gente mata elas no altar sangrento, pra provar pros Primeiros Seres que a gente merece sobreviver. Essa parte não é muito legal pras bestas, mas se você ler meus poemas pode até considerar isso um ato de misericórdia. Hahaha! Brincadeirinha, denovo! Minha poesia é ótima.

Por favor, dá uma olhada por aí! Não esquenta! Mas não dá comida pros animais. Isso é trabalho do Einhar.

O Altar SangrentoA arena ao norte...Aquele é o Altar Sangrento. É onde você fará o ritual de Sacrifício por Combate.

Uma vez que você capturar algumas bestas, vá até o altar no meio e comece o ritual! Os Primeiros Seres estão observando. Mostre a eles que é digno!

O Altar SangrentoHahaha! Os ossos quebrando, o sangue se espalhando...tem coisa mais satisfatória? Você provou que é um sobrevivente, os Primeiros Seres o recompensaram.

Capture mais bestas. Faça mais rituais. Isso é o que fazemos, né?

Os Primeiros Seres tem várias bençãos para dar. Vamos descobrí-las.

Agora vá, sobrevivente. Mais bestas esperam.

O Altar Sangrento{O fim está próximo, exilado. Disso eu tenho certeza.

...Só num sei quanto. Talvez amanhã? Talvez daqui 3 anos. Não mais do que 3 anos.

Quando o fim chegar, precisamos estar preparados. Os Primeiros Seres retornarão. Eles trarão sobreviventes com eles para o Grande Bosque. Nós precisamos nos provar dignos. Precisamos sacrificar as bestas que encontrarmos no Altar Sangrento.

Alimente o altar com o sangue das bestas e os Primeiros Seres nos abençoarão. E, talvez, revelarão seus segredos.}{O fim está próximo, exilada. Disso eu tenho certeza.

...Só num sei quanto. Talvez amanhã? Talvez daqui 3 anos. Não mais do que 3 anos.

Quando o fim chegar, precisamos estar preparados. Os Primeiros Seres retornarão. Eles trarão sobreviventes com eles
para o Grande Bosque. Nós precisamos nos provar dignos. Precisamos sacrificar as bestas que encontrarmos no Altar
Sangrento.

Alimente o altar com o sangue das bestas e os Primeiros Seres nos abençoarão. E, talvez, revelarão seus segredos.}